uma gigantesca circa de repetições teatrais que isolam-se por elas somente
criando vertigens conscientes que dramatizam o que na verdade nem existe
como um quadro pintado em movimente reluz a luz de velas
e dentro dela, vagarosos espetáculos em repetição constante
nas quais se formam paisagens a vapor em um pedaço de cera quente
colorido, inérprito ao olhar
entre pedaços rijos de pedra cinza, mecanizado com suas ondas
a falseta de andar
entre a verdade enturfada e levimente camuflada
para aqueles que não fazem um fucking deslize
atencional para tentar ao menos compreender as entrelinhas que apontam para
nada menos do que o óbvio embraçado com seu vél facial e encantador a primeiro toque

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s