e toda essa fantasia cabeluda que dá a ideia tão convencional de que duas pessoas possam tomar café na mesma mesa todos os dias (sem pular um) e que tudo de mais mágico aconteça ao redor pois o mundo está com uma tonalidade mais rosada, um pouco puxado pro avermelhado. Mas não, não tem essa cara, sem esse papo de que as almas se reconhecem e que vão dar pulinhos em sincronia enquanto valsam eroticamente em harmonia quase que aflitiva. Não a mim, as a teu próprio cordão umbilical afinitivo.

Enquanto ele está alí, tomando seu chá das quatro e vinte com seu chapéu cobrindo-lhe a face e curvando-se a o som de algum garoto criado a solta, que toca por aí. Sem se preocupar se tem duas ou três colheres de açúcar na sua bebida. Quem se importa, você?

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s