São heróis cantados
São horas contadas
E as paredes parecem se encolher, contorcer, se mexer.
Horas que nunca acabam
Que se repetem e me pedem para passar, ficar, festejar
São melodias esquecidas
Que aquecem meu coração
E me fazem dançar com o rítimo
E o som da sua voz em contraste com as cores
Estamos mesmo indo a algum lugar esquecido
E ao mesmo tempo familiar
Onde caçamos emoções, sensações
Ou até mesmo aquele sonho/desejo encolhido
Escolhido a dedo
Embrulhado em um pano fino para evitar estragos
Polido
Quase camuflado
Mas ainda sim, alí.

 
(Como eu gosto de ouvir o seu coração bater, forte e mais rápido,
a ponto de entrar em colapso e explodir)

Advertisements

Leave a Reply

Fill in your details below or click an icon to log in:

WordPress.com Logo

You are commenting using your WordPress.com account. Log Out / Change )

Twitter picture

You are commenting using your Twitter account. Log Out / Change )

Facebook photo

You are commenting using your Facebook account. Log Out / Change )

Google+ photo

You are commenting using your Google+ account. Log Out / Change )

Connecting to %s